9/16/2009

Tarde de mais


Rendo-me a distância que tão longe,
Afoga meus desejos...
O saber que não ti terei, leva meu pensar,
Sem sentido...
O tempo se foi tão depressa, e nem mesmo se.
Lembrou de mim...
Agora!Que isso que sinto... Afogando-me,
Todos os dias no findar dos meus tempos...
Quero arrancar do peito logo!
Antes que me transforme em tormentos.
Amizade! Seria tão afetuosa!
Que o pensar em ti... Leva-me as lágrimas,
Sussurros de um sentimento mudo. Que jamais,
De ti terei o cheiro.
O destino levou-me tarde, a unir minha alma a sua...
Hoje, já me remonto aos cacos!
Traz-me seu amor! E tão distante...

3 comentários:

Lice Soares disse...

"O destino levou-me tarde a unir a minha alma a sua"
Lindo, amiga. Parabéns.
Obrigada pela visita, viu?
Um beijo.

Tamara disse...

Linda, amei essa poesia!!!!!

ticarlos disse...

Amiga!!! Sentimentos, amor, paixão, doçura!!!! tudo em sua poesia me encanta!!