6/18/2009

Deixa


Se possível deixe-me te amar
mas que seja a minha maneira
discretamente, porém a vida inteira.
Na tua existência vou fingir ser passageira
para que não venhas a me notar
assim nunca chegarei a te incomodar.
Não desejo me impor dentro do teu coração
basta-me apenas sentir a emoção
de por ti estar apaixonada.
Não necessito sequer de te dizer palavras
descrevendo esse meu sentimento
porque percebo nesse momento
que somente guardá-lo dentro de mim
suficiente será para intensamente vivê-lo
então, por que descrevê-lo?
E se algum dia me questionarem
se tal atitude é normal
somente responderei
que meu amor é incondicional.

Yvonne Pontes
Te descobri numa tarde solitária!
Sua presença me alegrou.

2 comentários:

Lice Soares disse...

Linda, tem, nas entrelinhas um lirismo que emociona e nos carrega além.
Parabéns.

Yvonne disse...

Sou Yvonne Pontes e descobri que havia um poema meu aqui...fiquei imensamente feliz e agradeço de coração a oportunidade que me deu.Convido para que venha me visitar em meu blog http://yvonnepontes.zip.net. Com muito carinho e estima.Beijos...Yvonne