8/21/2009

Gemido das ondas


Bate onda! Bate forte nas pedras,
Onde acento meus pés descalço,
E descanso o frágil corpo desfalecido,
De cansaço...
Bate! Quero ouvir o som enfurecido,
Querendo dizer-me algo há muito tempo,
Esquecido.
Molha-me o corpo! Que ficarei inerte ao,
Teus gemidos...
Enquanto bates e voltas para teu seio,
Rolo em confusos pensamentos,
Coberto por seu véu branco, de espumas quentes.
Invada-me a alma!E reanime esta vida com sua,
Majestosa quietude benevolente...
Diga-me o que eu quero ouvir...
E teus segredos! Levarei comigo...

Um comentário:

fifiriane disse...

Muito lindo minha amiga ...
Adoro não só vc como tudo que vc escreve.
Dom é um merecimento!
Parabéns!!!!!